segunda-feira, 9 de junho de 2014

Zeus, o sádico

Boa-noite queridos bruxinhos? Levei muito tempo para decidir se fazia ou não esse post. Zeus não é um dos meus deuses preferidos e isso não é nenhum segredo. Sempre deixei claro todo o meu desprezo por esse deus cruel, frio e pervertido. Se você é inocente o bastante para defendê-lo mesmo sabendo todo o mal que ele já causou a outros deuses e a humanidade, então acho que não deveria ler esse post. É melhor ir para outro blog porque eu não vou mentir aqui, dizendo que ele é bonzinho como nos filmes de Percy Jackson (tomara que eu tenha escrito o nome certo) e Fúria De Titãs. Eu sempre digo a verdade, doa a quem doer. E de antemão, quero dizer que assim como existem deuses maus, também existem deuses bons como Prometeus, Hermes, e etc. Por isso, ao ler esse post, não venha me dizer que todos os deuses são maus ou que são demônios disfarçados porque eu não vejo assim. Tenho lidado com alguns descrentes ultimamente e, quero dizer a essas pessoas que se elas não acreditam, tudo bem. Mas não zombem de quem acredita! Eu não entro na igreja e grito na cara do pastor que o deus dele não existe. Isso é feio e de muito mau gosto, especialmente para certas pessoas que afirmam serem da paz.
   
      Filho de Cronos e Reia, Zeus é o mais novo de seus irmãos; na maior parte das tradições é casado com Hera, embora, no oráculo de Dodona, sua esposa seja Dione, com quem, de acordo com a Ilíada, ele teria gerado Afrodite.
É conhecido por suas aventuras eróticas, que frequentemente resultavam em descedentes divinos e heróicos, como Atena, Apolo e Ártemis, Hermes, Perséfone (com Deméter), Dioniso, Perseu, Héracles, Helena de Troia, Minos, e as Musas (de Mnemosine); com Hera, teria tido Ares,Ênio,Ilítia, Éris Hebe e Hefesto.
   
Zeus violentando Perséfone
Não vou descrever aqui toda a história desse deus para que o post não fique muito extenso. Mas vou dizer o que todos devem saber. Quando Perséfone chegou a adolescência, muitos deuses a cobiçaram. Sendo os deuses malucos e incestuosos, os próprios irmãos da moça a desejaram como esposa. Mas sua mãe, Deméter não queria que sua filha se casasse com ninguém. Dentre os pretendentes da moça se encontrava seu tio, Hades e seu irmão, Hermes. Se eu fosse Deméter teria dado logo a mão de minha filha a Hermes, mas ela não fez isso, mesmo sabendo que Zeus olhava para a moça com segunda intenções. E o inevitável aconteceu, Zeus tomou a forma de uma serpente, apareceu a sua filha e a violentou. Como ele não queria que ninguém descobrisse a sujeira dele, disse a Hades que se ele quisesse poderia levar a moça com ele e tomá-la como esposa. E, assim foi. Hades a raptou antes que Perséfone pudesse contar a alguém o que acontecera. Pobre Perséfone. Além de ser violada pelo próprio pai, foi raptada pelo seu tio. Imagino o terror que a moça deve ter sentido. Mas a Hades, diferente de seu irmão a tratou bem e a conquistou com seu carinho. Ela comeu as romãs e, por isso, desde então, têm de passar o outono e o inverno no inferno de Hades. Porque a regra era bem clara, quem comesse na casa de Hades era obrigado a permanecer lá. Agora, sendo Perséfone uma deusa, vocês acham que ela não conhecia essa regra? Claro que ela conhecia, por mais ingênua que fosse. Eu acredito que ela só comeu as romãs porque sabia que sua mãe viria atrás dela e ela não queria ter de ver seu pai novamente. Ela queria ficar ali com seu tio. Não que ela realmente o amasse, mas porque, ao menos, ele tivera alguma consideração por ela (uma consideração estranha, do tipo 'você pode fazer o que quiser, desde que não vá embora') e a tratara melhor. Então, a moça aceitou se casar com Hades, mas como estava ferida decidiu que não lhe seria fiel. E por isso o traiu com Dionísio - que passava algumas temporadas em sua morada - bem embaixo do nariz de Hades. Hécate teria contado a Deméter onde sua filha estava e Hermes a teria resgatado - eu falei que ele é um bom rapaz - .
Perséfone e Hades

   Mas Perséfone não foi a única a ser violentada por esse velho tarado. Outra vítima dele teria sido Afrodite, também sua filha. 
De acordo com a Teogonia, de Hesíodo, ela nasceu quando Cronos cortou os órgãos genitais de Urano e arremessou-os no mar; da espuma (aphros) surgida ergueu-se Afrodite.
   Por sua beleza, os outros deuses temiam que o ciúme pusesse um fim à paz que reinava entre eles, dando início a uma guerra; por este motivo Zeus a casou com Hefesto, que não era visto como uma ameaça. Porém, antes de dá-la a Hefesto, Zeus a teria violentado. Belo pai ele é! Violenta as filhas virgens e depois as empurra para os trouxas que ficam com as sobras.

Zeus violentando Ganímedes
   Ganimedes era um príncipe de Troia, por quem Zeus se apaixonou. Nas imediações de Troia, o jovem cuidava dos rebanhos do pai, quando foi avistado por Zeus. Atordoado com a beleza do mortal, Zeus transformou-se em uma águia e raptou-o, possuindo-o em pleno vôo. Ganimedes foi levado ao Olimpo e, apesar do ódio de Hera, substituiu a deusa Hebe e passou a servir o néctar aos deuses, bebida que oferece a imortalidade, derramando, depois, os restos sobre a terra, servindo aos homens. Em homenagem ao belíssimo jovem, Zeus colocou-o na constelação de Aquário.
   Como se não bastasse estuprar o rapaz, Zeus o escravizou! Vê se pode? Esse velho é mesmo um desgraçado. Maldito!

   Zeus devia ser deus do estupro e não dos deuses, porque quando se trata de estuprar os outros, o velho é até criativo. Assumindo as formas de serpentes gigantes, águias, chuva de prata (ou ouro) e até a forma do amado da mulher. Essa última forma costuma ser menos violenta porque a mulher acabaria se entregando ao deus, acreditando estar se entregando ao seu amado. Mas, e se ela se recusasse? Bem, é o que Ágata me disse uma vez; ele tomaria a mulher à força e ponto. Quando Zeus quer uma coisa, ele chega e toma o que quer! Simples assim. Por isso, sigam meu conselho e fiquem longe desse cara!

   Alcmena

Alcmena era filha de Electrião, rei de Micenas, que por sua vez era filho do herói Perseu. Electrião foi morto acidentalmente por Anfitrião quando os dois guerreavam contra Ptérela, rei de Tafos. Por causa desse crime, Anfitrião foi banido da cidade, exilando-se em Tebas. Ao pedir Alcmena em casamento, a jovem aceitou com a condição de que o noivo deveria primeiro vingar seus irmãos mortos na guerra contra Ptérela. Foi justamente quando Anfitrião se encontrava ausente, no cumprimento da tarefa imposta pela noiva, que Zeus pôs em marcha seu plano para seduzir Alcmena.

Para tanto, metamorfoseado, apresentou-se à jovem como seu futuro marido, contando-lhe detalhes da batalha empreendida, dos golpes certeiros e apresentando como prova definitiva de sua identidade a taça de ouro utilizada pelo monarca derrotado, a qual inclusive ofertou à amada. Durante três dias consecutivos, Apolo, a pedido do pai, não percorreu o céu com o carro do sol, e durante essa longa noite, o deus dos deuses amou ardentemente Alcmena. Nesse período também Hermes, metamorfoseado em Sósia, um escravo de Anfitrião, guardou o portão. No dia seguinte ao idílio, retornou à cidade Anfitrião, que estranhou a reação da noiva, que o tratou com relativa indiferença, visto que esta acreditava já tê-lo encontrado na noite anterior. Anfitrião consultou o adivinho Tirésias que lhe esclareceu o ocorrido. Este irado, colocou a jovem numa enorme pira e ateou fogo mas foi detido pela intervenção de Zeus, que enviou uma chuva torrencial que apagou a fogueira. Compreendendo o sinal divino, o jovem reconsiderou e casou-se com Alcmena, a qual gerou de seus dois amantes, dois filhos: Hércules , fruto de seu encontro com o deus e Íficles, filho do mortal.

Dânae

Acrísio, rei de Argos,era casado com Eurídice, filha de Lacedemon, e tinha uma filha Dânae,mas não tinha filhos homens. Quando Acrísio perguntou ao oráculo como a filha dele poderia ter filhos homens, a resposta foi que Dânae teria um filho que o mataria.
Dânae foi trancada em uma câmara de bronze subterrânea e posta sob guarda, mas ela foi seduzida, segundo alguns autores, por Preto, irmão e rival de Acrísio, ou por Zeus, que assumiu a forma de uma chuva de ouro.
Lactâncio, autor cristão que viveu por volta do ano 300, influenciado pelo evemerismo, diz que esta "chuva de ouro" foi, na verdade, uma larga soma em dinheiro que o rei imortal Zeus despejou sobre o colo de Dânae, para compensar a desonra que ele fez nela, e que os poetas posteriores adotaram a chuva de ouro como figura de expressão, assim como "chuva de ferro" se refere a uma grande quantidade de dardos e flechas.
Acrísio, não acreditando que sua filha estivesse grávida de Zeus, colocou-a em um baú, que foi jogado ao mar.O cesto chegou à ilha de Sérifo, onde foi encontrada por Díctis, que criou o menino.

   Essas não foram as únicas vítimas de Zeus. Houve tantas outras, que alguém poderia escrever um livro se quisésse, sobre o assunto.
Como puderam ver, esse deus não é tão bonzinho assim. Sem mencionar o lance com Prometeu. Segundo Hesíodo, foi dada a Prometeu e a seu irmão Epimeteu a tarefa de criar os homens e todos os animais. Epimeteu encarregou-se da obra e Prometeu encarregou-se de supervisioná-la. Na obra, Epimeteu atribuiu a cada animal os dons variados de coragem, força, rapidez, sagacidade; asas a um, garras outro, uma carapaça protegendo um terceiro, etc. Porém, quando chegou a vez do homem, formou-o do barro. Mas como Epimeteu gastara todos os recursos nos outros animais, recorreu a seu irmão Prometeu. Este então roubou o fogo dos deuses e o deu aos homens. Isto assegurou a superioridade dos homens sobre os outros animais. Todavia o fogo era exclusivo dos deuses. Como castigo a Prometeu, Zeus ordenou a Hefesto que o acorrentasse no cume do monte Cáucaso, onde todos os dias uma águia (ou corvo) dilacerava seu fígado que, todos os dias, regenerava-se. Esse castigo devia durar 30.000 anos.

Prometeu foi libertado do seu sofrimento por Hércules que, havendo concluído os seus doze trabalhos dedicou-se a aventuras. No lugar de Prometeu, o centauro Quíron deixou-se acorrentar no Cáucaso, pois a substituição de Prometeu era uma exigência para assegurar a sua libertação.

Alguém ainda duvida de que Zeus é um deus mal?

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Wordpress Theme by wpthemescreator .
Converted To Blogger Template by Anshul .