quinta-feira, 19 de abril de 2012

Nix, a deusa da noite



A deusa grega Nix era a personificação da noite.
Em sua Teogonia, Hesíodo descreve a residência proibida da noite:

"Lá também está a melacólica casa da noite; nuvens pálidas a envolvem na escuridão; antes delas, Atlas se porta, ereto, e sobre sua cabeça, com seus braços incansáveis, sustenta firmente o amplo céu, onde a noite e o dia cruzam um patamar de bronze e então aproximam-se um do outro."

Nix é a patrona das feitiçeiras e bruxas, é a deusa dos segredos e mistérios noturnos, rainha dos astros da noite. Nyx era cultuada por bruxas e feitiçeiras, que acreditavam que ela dava fertilidade a terra para brotar ervas encantadas, e também se acreditava que Nyx tinha total controle sobre a vida e morte, tanto dos homens como dos deuses. Homero se refere a Nix com o epíteto "A domadora dos homens e deuses", demonstrando como os outros deuses respeitavam-na e temiam esta poderossíma deidade.
 Nix, assim como Hades, possuía um capuz que a tornava invisível a todos, assistindo assim ao Universo sem ser notada.
  Foi Nix quem colocou Hélios entre seus filhos ( Hemera, Éter e Hespérides), quando os outros titãs tentaram assassiná-lo. Zeus tem um enorme respeito e temível pavor da noite, Nix. Os filhos de Nyx ou Nix são a Hierarquia em poder para os deuses, sua maioria são divindades que habitam o mundo subterrâneo e representam forças indomáveis e que nenhum outro deus poderia conter. Em uma versão, as Erínias seriam filhas de Nix (Ésquilo).
   Nix aparece ora como uma deusa benéfica que simboliza a beleza da noite (semelhante a Leto) e ora como uma cruel deidade Tartárea, que profere maldições e castiga com o terror noturno (Hécate e Astéria). Nyx é também uma deusa da morte, a primeira rainha do mundo das trevas. Nix também tinha dons proféticos, e foi ela quem criou a arma que Gaia entregou a Cronos para destronar Urano. Nix conhecia o segredo da imortalidade dos deuses podendo tirá-la e transformar um deus em mortal, como ela fez com Cronos, após este ser destronado por Zeus.
   Algumas vezes, a exemplo de Hades, cujo nome evitava-se de pronunciar, dão a Nyx nomes gregos de Eufone e Eulalia, isto é, Mãe do bom conselho.

Nix desposou Érebo, seu irmão, de quem teve o Éter (luz celestial) e Hemera (dia). Mas sozinha, sem se unir a nenhuma outra entidade, procriara o inevitável e infexível Moros (o destino), as Queres (morte em batalha), os gêmeos Tânatos (morte) e Hipnos (o sono), Oniro (a legião dos sonhos), Momos (escárnio), Oizus (miséria), as Hepérides (guardadoras dos pomos de ouro), as desapiedadas Moiras (deusas ou fadas do destino), Nêmesis (deusa da retribuição), Apate (engano,fraude), Filotes (amizade), Geras (velhice), Éris (discórdia), Limos (a fome), Ftone (inveja), Ênio (Belona, da carnificina), Lissa (a loucura) e Caronte (o barqueiro do mundo dos mortos).

Em resumo, tudo quanto havia de doloroso na vida passava por ser obra de Nix, a maior parte dos outros descendentes da deusa nada mais são que conceitos e personificações.
Hemera e as Hespérides para ajudar nix a não se cansar, assim nasceu o ciclo diário, Hemera traz o dia; as Hespérides trazem a tarde e Nix traz a absoluta noite, todas estas deidades em conjunto conduzem a "a dança das horas" que representam ciclos mensais e anuais, Leto e Hécate que recebem o legado de Nix como deidade da noite. As Moiras filhas de Nix ( Cloto, Laquesis e Átropos ), são outra continuidade dos poderes gigantescos de Nix do negro véu.



Representações:



Quase todos os povos da Itália viram Nix ora com um manto volante recamado de estrelas por cima de sua cabeça e archote derrubado, ora representavam-na como uma mulher nua, com longas asas de morcego e um fanal na mão. Representavam-na também coroada de papoulas e envolta num grande manto negro, estrelado.
  Na mitologia grega a papoula era relacionada a Hipnos, que a tinha como planta favorita, e por isso, era representado com os frutos dessa planta na mão. Freqüentemente, ela é representada coroada de papoulas e envolta num grande manto negro e estrelado. Às vezes, num carro arrastado por cavalos negros ou por dois mochos, e a deusa cobre a cabeça com um vasto véu semeado de estrelas e com uma lua minguante na testa ou como brincos.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Hécate, deusa das bruxas


Oração à Hécate


"Hécate eu sou
Hécate eu sou, Mãe negra, a anciã.
Meu rosto é enrugado como uma pedra idosa.
Meus olhos são pretos como o breu,
Meus cabelos brancos como a neve.
Eu sou a noite escura sem lua.
Eu guio pelo lugar da caçada selvagem com meu poder negro pelo inverno à meia-noite.
 Meu reino começa na noite do Samhain e dura até o dia da luz de  Imbolc.
Para as bruxas, eu sou a rainha divina, sua líder pelos séculos. Eu as ensino o poder mágico extremamente forte. Eu as ensino a diferenciar o certo do errado. Mas se elas fazem o que é errado, minha fúria, as farão pagar por isso e minha vingança  fará com que seus destinos na Terra fiquem marcados. Porque eu sou a Justiça, eu sou a Morte, eu sou a Vingança, Lua Negra. Eu sou a sabedoria e o amor e a condenação do mal. Eu guardo todas as encruzilhadas de todos os lugares. Quem viaja com o mal deve tomar cuidado! Eu tiro-lhes a alma e faço com que fiquem insanos para que nunca mais tenham a sorte de cruzar meu caminho novamente. Eu sou terrível, gentil e implacável. O que você vê em mim, é você mesmo. 
  Quando sua hora chegar, eu o chamarei para junto de mim para passar pelo lugar da caçada selvagem até seu renascimento. Então venha, minha filha bruxa. Siga meu caminho do poder mágico, não tenha medo de minha fúria. Se você tiver coragem, será minha sacerdotisa. A escolha é sua, o que você escolher, acontecerá."





Hécate é uma deusas greco-romanas simultaneamente mais temida e admirada.
Hécate é uma deusa lunar, um pouco a imagem da temida Lilith. Como todas as deusas lunares, Hécate encontra-se profundamente ligada ao mundo da magia, do oculto, da bruxaria, dos mais profundos segredos. Hécate é a deusa das bruxas, e simultaneamente a deusa que vem a este mundo recolher as almas para as conduzir ao abismo do mundo dos mortos. Trata-se por isso, de uma deusa a que cabe um papel privilegiado na "ponte" entre o mundo dos vivos e dos mortos, entre o nosso mundo físico e o mundo dos espíritos.
 Hécate é uma deusa das encruzilhadas, onde lhes eram dedicadas oferendas e sacrifícios: bodes negros, cães negros ou gatos negros eram-lhe oferendados no decurso de rituais de adoração, ou de feitiçarias. Hécate pode incorporar numa lindissíma mulher de longos cabelos negros, e pode ser uma amante incomparável. Contudo a sua fúria e o seu poder são temíveis, e perante Hécate todo o respeito é pouco para garantir a sua ajuda. Dizem as lendas que Hécate também podia assumir a forma de um majestoso lobo negro, ou de um belo cão negro.
   As estatuetas existentes nas encruzilhadas onde Hécate era venerada e as bruxarias eram executadas, chamavam-se Hecateias, e constavam na figura de uma lindissíma mulher com três faces, ou três belos corpos femininos unidos num só.
   Hécate permite a operação de tarefas misticas essencialmente através de processo de meditação. Através desse processo, no silêncio de uma meditação e através dos nossos sentidos, pensamentos e forças espirituais, é que Hécate reside e abre portas ao mundo mágico.

Na mitologia, Hécate era filha dos Titãs Perses e Asterias e acreditava-se que vagava nas noites sem luas com uma matilha de cães fantasmágoricos e uivantes. Embora os cães fossem os animais mais sagrados pra ela, Hécate estava associada às lebres na Antiga Grécia, como a sua equivalente germânica, a deusa lunar Harek. Para os antigos chineses, a lebre era tida como um animal de augúrio e dizia-se que vivia na lua.
   Na arte, Hécate é muitas vezes representada como uma mulher com três cabeças, com serpentes sibilantes entrelaçadas em seu pescoço. Por essa razão,ela é chamada de triforme-símbolo que pode estar ligado aos três niveis Nascimento, Vida e Morte (representando o Passado, o Presente e o Futuro e à trindade da deusa tripla: Virgem, Mãe e Anciã). Todos os rituais realizados em sua honra devem ser feitos:
- À meia-noite,
- Em noites sem lua,
- Ou ao nascer da lua do dia 13 de agosto, o principal festival pagão de Hécate.

domingo, 15 de abril de 2012

Chá das bruxas


Há vários chás de bruxas, com propriedades mágicas. Mas este é especial porque relaxa os nervos, além de ser delicioso. É ótimo para você tomar nas noites de lua-cheia, enquanto faz cafuné em seu gato preto (rsrs) ou enquanto lê tarot. Experimente!

Ingredientes:

* Maracujá
* Hortelã
* Camomila
* Erva-doce
* Morango
* Laranja
* Limão
* Cravo

Modo de fazer:

Derreta o açúcar, coloque a água. Junte os ingredientes. Depois de pronto, coe o chá em uma peneira.



Para acompanhar o chá das bruxas, sugiro esse delicioso ...

Biscoito de coco


Ingredientes:

* 1/2  xícara de farinha de trigo
* 1 lata de leite condesado 
* 1 pacote de ralado

Modo de fazer:

Misture tudo muito bem, e vá despejando às colheradas em tabuleiro untado.

Bom apetite bruxinhos queridos!


Água de ferro


Esta é uma antiga receita para defesa e proteção de ambietes e pessoas, especialmente contra elementais.

Você precisar de:


* Pregos de ferro
*Água
* 1 garrafa escura

Num sábado, coloque um punhado de pregos na garrafa. Junte a água. Deixe em um lugar escuro por uma semana. Após esse tempo, você perceberá que a água mudou de aspecto, assumindo uma coloração enferrujada. Ela então, estará pronta para ser usada. Use na proporção de 60 ml desta água para um balde. Esta mistura poderá ser usada de várias maneiras. Em banhos para afastar a energia negativa, limpeza de sua casa... para isso passe um pano molhado nessa água em todo o piso, portais, janelas, etc. Sempre que usar a água da garrafa, complete-a com água pura. Dessa forma, a água durará indefinidamente. 

A garrafa das bruxas







Você precisará de:


* Um frasco de vidro com tampa ou uma cortiça bem justa. Os frascos de tempero servem.
* Artigos afiados como lâminas de barbear, pregos e agulhas
* Diversas cordas e linhas de costura (pretas e vermelhas)
* Vinho tinto ou outro líquido. O vermelho corresponde à agressão e à proteção
* Uma vela preta (é usada para banir e afastar aquilo que não deseja) ou vermelho (pra dar força).
* Fósforos

Faça o círculo de proteção. Comece lentamente a deixar cair os artigos afiados no frasco. À medida que você coloca cada artigo dentro, visualize a energia negativa sendo repelida enquanto se assentam. Diga:


" Os pinos e as agulhas, lâminas e aderências conduzem toda a energia prejudicial para longe."

Quando o frasco estiver aproximadamente dois terços cheio com as coisas afiadas, coloque diversas cordas e linhas no frasco. Visualize a energia negativa que está sendo ligada nas linhas. Diga:

"As partes da linha, as partes da corda, ligam coisas prejudiciais, negativas."

Derrame o líquido que escolheu no frasco para encher os espaços entre as coisas que já estão lá dentro. Deixe uma pequena quantidade de espaço na parte superior. Visualize o vinho lavando e afastando tudo o que for negativo, que pode se aproximar de sua casa. Diga:

"O vinho, mais vermelho, protege esse lugar, leva todo o dano para fora da minha casa."

Tampe o frasco firmemente. Acenda a vela preta e deixe a cera gotejar por toda a volta da borda do frasco, de maneira a fechá-lo. Visualize e saiba que seu encantamento é duradouro e funcionará.

Aumente sua energia e direcione-a ao frasco. Faça isso, puxando a energia da terra, por meio de sua raíz , e leve-a até o frasco por meio de suas mãos. Introduza toda a energia ao frasco. Não mantenha nenhuma em seu corpo. Depois que o frasco estiver carregado, assente-se. Agradeça aos "quartos" (elementais) e desfaça o círculo. Enterre o frasco na frente de sua casa, preferencialmente em um canto. Visualize-o criando uma barreira energética que repele coisas prejudiciais. Renove a cada lua-cheia.

Ritual da coruja para vidência



Numa noite de lua, vá a um lugar ao ar livre e abra os braços para a dama. Diga:

"Grande Mãe, volte seu belo rosto para este filho! permita que o espírito da coruja possa vir em meu auxílio."

Respire profundamente três vezes e chame a coruja.

"Irmã coruja, venha a mim. Irmã coruja, esteja comigo. Irmã coruja, grande pássaro da noite, atenda meu chamado, pois somos ambas filhas da Lua e do Sol, da noite e do dia, da vida e da morte."

Visualize a coruja se aproximando. Ouça ao seu redor. Se tiver sorte, poderá mesmo ver uma coruja atendendo seu chamado, pousada em uma árvore e poderá fazer seu pedido diretamente a ela. Se não houver uma coruja física, use seus instintos para ver se há uma coruja espiritual. Se houver um animal por perto, ele vai sentir e mudar sua reação. Quando sentir a coruja presente, faça seu pedido a ela.

"Irmã da noite, amiga coruja, ave de Atenas, abra meus olhos para o desconhecido. Que nada se oculte da minha visão, que ela seja poderosa e mágica como a tua e que eu possa ver tudo o que está sob o domínio da lua. Serei tua amiga e defensora."

Feche os olhos e aguarde resposta. Se a coruja voar até a você, não se esquive. Deixe que ela se funda a você e sinta sua presença. Isso significa que você terá a coruja com você sempre que precisar e provalmente despertará ou melhorará o dom da vidência. Se sentir que ela sobrevoou sua cabeça (isso inclui a visualização), saiba que ela o ajudará a despertar a visão sempre que invocá-la, mas provavelmente sua vidência funcionará melhor com a ajuda de oráculos. Se ela voou em outra direção que não a sua, você deve ficar atento aos sonhos, pois este será o meio que a coruja despertará sua visão.

Retirando do coração, feitiços para esquecer e afastar



Corte sete pedaços de papel e escreva, em cada um, o nome da pessoa que deseja esquecer. Depois, acenda uma vela verde e queime um a um na chama dela.



Esfriando o amor pela outra

Numa sexta-feira, escreva num mesmo pedaço de papel branco, o nome do seu namorado e o da rival. Enrole bem o papel e guarde-o no seu congelador. Você perceberá que o relacionamento deles vai esfriar rapidamente e o seu esquentar.



Garantindo a fidelidade


Numa sexta-feira de lua crescente, pegue uma foto sua e outra de seu amado. Passe cola nas duas e grude-as frente com frente. Depois embrulhe-as com papel de seda vermelha e coloque atrás de um espelho.


Tchau para a amante (ondinas)

Escreva o nome da outra num papel branco e enrole-o numa vela (de cera ou sebo) também branca. Em seguida, ponha a vela num copo branco e virgem, contendo água até à metade. Acenda a vela, pedindo ajuda dos elementais da água para que afastem a outra da vida do seu companheiro. Não deseje o mal dela, apenas que suma da vida de vocês. Deixe a vela queimar até o nível da água, quando se apagará naturalmente. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Wordpress Theme by wpthemescreator .
Converted To Blogger Template by Anshul .